quarta-feira, 11 de janeiro de 2017

Traição

Eu sou insegura.
Sou frágil.
Sou fraca.

Você sabia disso?
Porque eu posso pensar que você não sabe e por isso me faz doer tanto, ou posso pensar que você sabe, e por isso me faz doer tanto. Qual é o ponto? Eu estou doendo e você continua me machucando.

O ponto é que eu acredito quando você diz que se importa e choro quando você não se importa.
Eu acredito quando você diz que gosta de mim e choro quando você demonstra que não.
O ponto é que eu acredito que você pode ser uma manhã de natal, mas você insiste em ser uma pancada de chuva no dia de visita ao cemitério.

Você me feriu da forma mais funda que é possível lascar minha pele, você me fez uma ferida exposta, diante de você, pra ter o prazer de fazer arder, sem que eu possa fazer nada em minha defesa.

Tudo bem.
Eu aceito os machucados de quem só quer me machucar, só, por favor, pare de fingir que me ama.

Nenhum comentário:

Postar um comentário