terça-feira, 3 de janeiro de 2017

Entidade


A tua sombra
Ritualística
Teus olhos
Famintos
E grandes
O místico
Ar entorno
Os planetas sustentados
No fio da tua espinha
A colisão
No giro
Da tua órbita
O menear
Minucioso
E o silêncio
Gemido entredentes
Vazam tuas palavras
Bem colocadas
No fundo
Penetrando
Os lábios mordidos
Escorrendo a gana
Do teu desejo ardido







Nenhum comentário:

Postar um comentário