sexta-feira, 22 de julho de 2016

Nunca.

Cansei das palavras cruzadas e de procurar o significado, cansei das suas entrelinhas, elas não me sorriem mais (não tem tanta graça depois que você sangra até morrer); eu queria um travesseiro e sentir a pele quente; eu cansei dos espelhos e dos meus reflexos se quebrando pra eu poder te ver, na brechinha da janela, eu cansei, quero abrir as cortinas, quero descascar a parede, porque o bonito não me interessa, quero saber qual é a pintura velha e o que tanto se esconde porque é ultrapassado, porque aquela coisa bem ali sob o que se mostra não cabe, quero ver e arranhar e guardar aquilo nos meus olhos, mesmo que se cubra novamente; eu quero cicatriz porque tem história, eu quero ver, eu quero pele, eu quero verdade, eu cansei, não quero mais, não quero mais, eu quero tanto, agora ou nunca.

quarta-feira, 13 de julho de 2016

Hoje não.

Não vou chorar mais
Não vou me machucar

Hoje eu não vou

Pensar em ti

Só me faz doer
Essa coisa dentro

É você

É você que não sai

De tudo que eu sou
Não vejo nada inteiro

Desde que você

Se foi

Eu sinto muito
E sinto forte

Saudade

Já não cabe

Eu não vou te procurar
Em todos os cantos

Te vejo

Não

Te quero
Tanto

Faz

Tanto tempo

Se foi
Hoje eu não vou

Embora

Você sempre vai

Ser
O meu erro.

Ninguém se importa, nem você.

Mas "deixa eu te dizer antes que o ônibus parta, que você cresceu em mim de um jeito completamente insuspeitado"...

Você cresceu em mim de um jeito completamente insuspeitado. Dói saber que disse não, quando o não era nosso fim. Dói saber que se escondeu quando poderia segurar minha mão.

Dói saber que não faz questão, sentir que não sente falta, que não sentiu minha falta, porque eu quase morri de tanto que me faltou. Eu juro que quase não consegui levar. E você?

Você age como se nada tivesse acontecido.

Vai ver nunca aconteceu.
Me chateia tanto. Dentro de mim, me contorço. Reconhecimento... Sabe? Decência.

Te falta algo decisivo: lutar.
Quem sou eu pra dizer isso? Sempre me perguntei.

Mas eu permaneci.
E você foi embora. E continua indo embora.

(E continua aqui).