quarta-feira, 12 de agosto de 2015

Meu amor,
se eu morrer em breve,
preciso que saibas
que te amei
até meu último segundo de vida.

Preciso que saibas
que
és o amor da minha vida.
O único amor
da minha vida.

Preciso que saibas
que eu nunca desisti
de ti,
que nunca desisti
da gente.

Preciso que tu saibas
que se aguentei desse tanto,
foi por ti.
Que se eu continuei tentando,
foi por ti.

Mas

se eu não conseguir,
preciso que saibas
que te esperei
com a força de quem luta pela vida
e que tentei
mais do que eu achava que podia.


Eu te amo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário