quinta-feira, 9 de julho de 2015

Essa noite
Ouvi o vento
Como onda furiosa
anunciando tua vinda.

Senti tua presença
Impetuosa
Me estraçalhando os vidros
das janelas.

Enfim chegaste.

Te senti entrar
E tomar teu lugar.
Sei que agora vives em mim
eternamente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário