terça-feira, 21 de abril de 2015

Fraqueza.

A cada noite que se passa, me acerto mais de que não quero essa coisa de viver. Agora é questão de tempo.
Achei mesmo que tudo isso poderia mudar, que a existência poderia doer e pesar menos e que a vida poderia ser feliz e válida. Mas não pode.
Se a tentativa é tudo, eu não sei. Sei que não quero. Não mais.
Então vou dormir mais essa noite, assim que meu estômago cansar de me fazer vomitar até as tripas, assim que minha cabeça ceder a toda dor do corpo e me apagar, assim que me acabar de chorar faça meus olhos pesarem.
Eu já desisti de tentar, me entreguei. Agora é questão de tempo. Pouco tempo.
Eu só quero que isso tudo acabe.

Nenhum comentário:

Postar um comentário