terça-feira, 3 de dezembro de 2013


Era terça
 Não chovia
O dia nem parecia
Tão mau assim.

Ela não se queixava
Apenas dizia
Que não se encaixava.

Parecia até bem:
Das crenças de todos,
Fazia desdém.

"Estava tudo bem"
Mas ela era refém
 De uma dor que não falava

Não podiam entender
A falta que fazia,
O vazio que sentia,
Todo esse vai e vem...

Da vida que faltava,
À vida que se ia

Assim foi o fim,
E isso ninguém sabia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário